SIGA NOSSOS CANAIS

Anatel registra mais de 9 milhões de celulares bloqueados por roubo, furto ou perda


Esse número representa o total de aparelhos bloqueados desde que o Cemi começou a operar até novembro deste ano; Somente nos últimos 12 meses, 1.586.458 aparelhos foram impedidos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informa que o Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas (Cemi) registrou, desde que começou a operar até novembro de 2017, 9.123.567 de celulares bloqueados no Brasil. Esse número representa um aumento de 1,33% em relação a outubro deste ano.

O Cemi mantém o registro dos aparelhos perdidos, furtados ou roubados que estão bloqueados. Nos últimos 12 meses, foram impedidos de funcionar 1.586.458 aparelhos, um aumento de 21,05% em relação a novembro de 2016.

No total de 9.123.567 de celulares que estavam bloqueados em novembro deste ano, estão aparelhos impedidos por solicitação direta dos usuários às empresas mais os registrados por Boletim de Ocorrência junto às polícias dos governos dos estados e do Distrito Federal.

No Brasil, em novembro deste ano, eram 8.975.969 celulares impedidos por solicitação direta de usuários, aumento de 103.441 ou 1,17% em relação a outubro de 2017. Nos últimos 12 meses, os usuários das operadoras de telefonia móvel solicitaram o bloqueio de mais de 1.447.689 aparelhos. O número de aparelhos impedidos por solicitação direta por estado não foi divulgado.

Órgãos de segurança

As polícias estaduais e do Distrito Federal bloquearam 147.598 celulares no Cemi até novembro deste ano. Nos últimos 12 meses, foram bloqueados 138.769 aparelhos, trabalho realizado em conjunto das empresas e áreas de segurança dos estados. 

O maior número de celulares bloqueados pelos órgãos de segurança foram nos estados de São Paulo, 90.277 aparelhos; Rio de Janeiro, com 23.289; e o Espírito Santo, com 9.999 terminais.

No Ceará, o número de bloqueios registrados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) até novembro deste ano somam 4.772. O Estado foi um dos dez que registraram algum bloqueio pelos órgãos de segurança.

Desde março de 2016, quando começou a funcionar o sistema, 23 secretarias de segurança dos estados e a do Distrito Federal já assinaram o convênio com a Anatel para inscrição no Cemi. Somente cinco estados ainda não firmaram o termo de adesão ao Cadastro.

Dos estados que já aderiram ao cadastro, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins ainda não registraram bloqueio de celulares.

Exterior

O sistema de bloqueio de celulares do Cemi é integrado à GSM Association, base internacional de aparelhos impedidos. Os celulares bloqueados por operadoras no exterior totalizaram 39.732.184 no mês de novembro deste ano. Um aumento de 692.196 ou 1,77% se comparado ao mês anterior. Nos últimos 12 meses, foram bloqueados mais 4.584.138 celulares ou 13,04% pela GSM.

O Cemi é supervisionado pela Anatel, operacionalizado pela ABRTelecom e implementado pelas prestadoras da telefonia móvel.

Fonte: Diário do Nordeste