Agricultor cadeirante de Quixadá é exemplo de superação: “enquanto estiver vivo, eu trabalho”


O sertão é cheio de figuras que se destacam pelo trabalho, que na maioria das vezes é árduo e exige dedicação. Por falar em dedicação, muito agricultores levam essa palavra bastante a sério, e dedicam suas vidas por amor ao que faz. O agricultor, Gerônimo Veras tem quase 80 anos e é um grande exemplo para pessoas que dedicam suas vidas ao trabalho, ele mora em Quixadá e sempre foi um homem trabalhador. Ele começou a luta na roça quando tinha apenas 9 anos de idade. Após sofrer um acidente, Gerônimo passou a viver em uma cadeira de rodas, mas a ausência das pernas e um braço quebrado não o impediram de fazer o que mais gosta: trabalhar na agricultura. Com uma enxada adaptada, ele consegue sozinho executar seu trabalho de agricultor. “Enquanto eu estiver vivo e com saúde, eu trabalho”. Mesmo com dificuldade de se locomover, ele se recusa a receber ajuda. E a esposa de Gerônimo Veras não esconde o orgulho do marido guerreiro que tem. “Tenho muito orgulho dele”. (Tribuna do Ceará).

As mais lidas da semana