SIGA NOSSOS CANAIS

Camilo Santana se pronuncia sobre onda de violência que assolou Fortaleza neste final de semana

Irmãos e irmãs cearenses, Sobre as ações criminosas contra prédios públicos e coletivos registradas no Ceará nas últimas horas, informo que temos trabalhado firme para identificar e prender cada um dos bandidos.

Seis envolvidos já foram capturados e outros três foram mortos durante uma ação policial, que chegou até eles pelo Serviço de Inteligência.

Esses atos criminosos, que se assemelham a atos terroristas, têm ocorrido por interesses contrariados desses bandidos, que buscam afrontar o Estado e amedrontar a população.

Não conseguirão intimidar o Estado. Muito pelo contrário: essas ações serão respondidas com força, à altura que for necessária.

Terminou, agora a pouco, mais uma reunião com toda a cúpula da segurança e da justiça do Estado para uma nova avaliação acerca dos esforços que já venho determinando no sentido de garantir reforço total no policiamento das ruas e nos trabalhos de inteligência.

Não temos medido esforços para combater o crime no nosso Ceará. São cerca de nove mil agentes de segurança contratados e mais de mil e quinhentas viaturas entregues nos últimos três anos. Dois mil e sessenta policiais militares e civis já estão na academia em preparação para irem para às ruas e delegacias em breve.

Desde 2016, venho cobrando insistentemente o envolvimento do Governo Federal, que agora abriu os olhos para o problema.

Com empenho, conquistamos para o Ceará o primeiro Centro Regional de Inteligência, que envolve órgãos federais de combate ao crime organizado. O Ministro da Segurança esteve no Ceará e garantiu seu funcionamento nos próximos meses.

Após proposta nossa, a justiça cearense criou uma vara específica para o combate ao crime organizado.

Acredito nas nossas forças de segurança e nas instituições cearenses: Judiciário, Legislativo, Ministério Público, Defensoria.

Importante também que a população denuncie esses criminosos através do telefone 190, sem se identificar, para ajudar a polícia a chegar até eles.


Estamos juntos e vamos seguir firmes no combate à grave criminalidade.
Loading...