SIGA NOSSOS CANAIS

TERROR EM ITAPAJÉ - “Mamãe, isso parece um pesadelo”, disse criança estuprada em colégio


Dois funcionários da escola Patronato São José foram presos. Eles são suspeitos de praticarem o crime em mais de uma dezena de alunos. Polícia prendeu dois homens em Itapajé — os nomes não foram divulgados — acusados de terem estuprado mais de uma dezena de crianças do ensino fundamental, no banheiro da escola Patronato São José. 

 O crime chocou educadores e moradores de Itapajé. A Polícia descobriu o caso depois que uma criança de apenas seis anos ter contado para a mãe o que vinha acontecendo no banheiro da escola durante o recreio. Os acusados eram os zeladores da escola, responsáveis por acompanhar as crianças no intervalo. O crime revoltou os moradores e outras mães resolveram ir à Polícia com novos casos na mesma escola. 

Em tempo 
O diretor da escola é o ex-prefeito Padre Marques. Segundo depoimentos, ele tinha conhecimento, mas fazia vista grossa e estava tentando abafar o caso. O delegado que investiga os crimes ameaçou levá-lo preso para que ele começasse a colaborar com a polícia. Todos os funcionários serão chamados para depor. 

O padre poderá responder por omissão e responsabilidade no caso. Comenta-se na cidade que podem chegar até a 40 crianças estupradas pelos dois zeladores da escola. Em tempo II O padre e a coordenadora pressionavam as crianças e professores para não comentarem sobre o assunto — falavam para as crianças que era tudo mentira. Confira a matéria completa de Wellington Macedo:
Loading...