SIGA NOSSOS CANAIS

Zona Norte: resíduos sólidos pautam agenda de discussões


Aterro Sanitário de Sobral-CE; 17 municípios da região Norte apostam em Consórcio para resolver a demanda na Destinação Final de Resíduos Sólidos (Foto: Luiz Queiroz). Sobral- O município de Sobral e cidades circunvizinhas se organizam para atuar e darem destino correto aos resíduos sólidos. As operações terão início ainda no segundo semestre deste ano. Para tanto, criou-se o Consórcio Municipal para Destinação Final de Resíduos Sólidos (Comderes) formado, além de Sobral, por mais 16 municípios da Região: Alcântaras, Cariré, Coreaú, Forquilha, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Massapê, Meruoca, Moraújo, Pacujá, Santana do Acaraú, Senador Sá, Pires Ferreira, Varjota e Reriutaba. Conforme o analista da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce), Alceu Galvão, quando em funcionamento, “os trabalhos do consórcio serão regulados pela Agência Cearense”, afirma. 

 Ações 
Com o intuito de se alinhar à nova realidade, o Poder Público Municipal, em parceria com o Governo do Estado do Ceará e a Agência Municipal do Meio Ambiente de Sobral (AMA) realiza, desta terça-feira, dia 5, a “Semana do Meio Ambiente”. A mobilização, que se estenderá até o próximo dia oito, “tem como objetivo promover ações de sensibilização para melhorar a administração dos resíduos sólidos e a qualidade de vida das pessoas, a partir do respeito ao meio ambiente, considerando as dimensões política, econômica, ambiental, cultural e social”, reforça o analista Alceu Galvão que, a partir das 19 horas, participa da primeira mesa de discussões, apresentando o tema “O município de Sobral e a Política Nacional de Resíduos Sólidos”. 

 Estrutura 
A cidade de Sobral, distante 240km da Capital, é a quinta mais povoada do estado, sendo o município, o segundo maior do interior, com uma população estimada em 205.529 habitantes, e o segundo mais desenvolvido do Ceará, atrás apenas de Fortaleza, de acordo com o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Segundo o IBGE, Sobral é uma “Capital Regional”, que é “um nível da hierarquia urbana do Brasil”.
Loading...