SIGA NOSSOS CANAIS

PM'S DA FORÇA TÁTICA PRENDEM COLOMBIANOS ACUSADOS DE INSTALAR REDE DE AGIOTAGEM EM CAMOCIM



Dois colombianos nascidos em Bogotá foram presos por policiais militares da FT – Força Tática, durante a noite de ontem, terça-feira 31, sob a acusação de agiotagem, prática essa considerada crime contra a economia popular.

Denúncias

Durante meses chegavam várias denúncias ao comandante da 3ªCia/3ºBPM, Major Eduardo, sobre um grupo de colombianos que teriam se instalado em nossa cidade e aqui teriam aberto uma espécie de “financeira pirata”. Na prática os indivíduos ofereciam empréstimos em dinheiro a juros considerados abusivos a pessoas do povo, comércios etc., e parcelavam em 20 vezes, sendo que as parcelas eram cobradas diariamente.

Apreensões de vasto material


O “negócio” era organizado e os infratores tinham toda uma estrutura como o de uma financeira legalizada. Com eles foram apreendidos cerca de 600 reais em espécie, mais de 500 cartões de divulgação da “empresa”, dezenas de fichas para controle de pagamento dos empréstimos, caderno com anotações, etc.

Prisões

Os militares da Força Tática patrulhavam pelo bairro Rodagem do Lago quando receberam uma denúncia informando que dois colombianos estavam em uma residência localizada na Rua Santa Rita, no dito bairro. Sem perda de tempo os pm’s foram ao local e flagraram o exato momento que uma senhora efetuava o pagamento do empréstimo. Os dois foram abordados e em conversa com os pm’s eles confessaram a prática de agiotagem. A mulher também confirmou aos policiais que havia contraído um empréstimo junto aos estrangeiros. Para os policiais a dupla disse está a cerca de um ano no Brasil e alegou está com toda a documentação legalizada. Disseram saber que se tratava de uma prática criminosa, no entanto, alegou que aqui no Brasil isto era considerado um crime pequeno.


Diante dos fatos os dois colombianos e a mulher que havia contraído o empréstimo foram conduzidos para o Quartel da 3ªCia/3ºBPM onde o caso foi repassado ao oficial de serviço que ao analisar o caso resolveu enquadrá-los no artigo 4º da lei 1.521/51 do CPB, sendo os mesmo liberados em seguida para responder o processo.



Efetuaram as prisões: Sgt Flávio e Sd Gleison Pereira

Camocim Polícia 24h

Destaques da Semana