SIGA NOSSOS CANAIS

Crianças são vítimas de balas perdidas e casos de violência em três dias seguidos no Ceará


Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente investiga estupro contra criança em Fortaleza. — Foto: Paulo Sadat/SVM

Na semana em que se comemora do Dia das Crianças, a polícia registrou seguidos casos de violência contra meninos e meninas no Ceará. Três crianças foram vítimas de balas perdidas durante tiroteios ocorridos entre a terça (10) e a quinta-feira (11) em Fortaleza, Jaguaribara e Aracati. Além disso, um homem foi preso suspeito de estuprar um menino de quatro anos no Bairro Bairro Carlito Pamplona, na capital.

Na noite desta quinta-feira (10), uma criança de 11 anos foi baleada durante um tiroteio no Bairro São Cristóvão, na capital. De acordo com a polícia, os alvos dos criminosos eram um adolescente e um homem, que foram mortos pelos bandidos.

Durante o tiroteio, a criança estava próxima ao local e foi atingida. Ela foi socorrida e levada para o hospital. Uma equipe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi enviada ao local e iniciou as investigações sobre o ocorrido.

Na terça-feira, uma criança de quatro anos foi atingida por um tiro na região do tórax enquanto brincava em uma praça no município de Aracati, no Litoral Leste do Ceará. Segundo a polícia, o garoto estava acompanhado de familiares na Praça das Carnaúbas, quando um suspeito começou a atirar para matar um desafeto.

Durante o tiroteio, um dos tiros atingiu o menino. O garoto foi socorrido para o Instituto Dr. José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza, onde está internado.

Criança e mãe atingidas
Já em Jaguaribara, a cerca de 300 quilômetros de Fortaleza, um bebê de dois anos e a mãe foram baleados, e o pai foi assassinado por criminosos. De acordo com a Secretaria de Segurança, os criminosos chegaram em uma mota e queriam atingir o pai, de 29 anos, que respondia por tráfico de drogas, associação para o tráfico e roubo.

O homem morreu no local. Já a criança e a mãe foram socorridas para um hospital da região. A criança teve o quadro de saúde agravado e precisou ser transferida para Fortaleza em uma aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

Os suspeitos conseguiram fugir e são procurados pela polícia. A Delegacia Regional de Russas investiga o crime, mas, até esta quinta-feira, ninguém havia sido preso.

Vizinho é suspeito de estuprar garoto
A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) investiga um homem suspeito de estuprar um menino de quatro anos. De acordo com a polícia, a criança e o irmão, gêmeos, moram com a avó e outras pessoas na residência onde teria ocorrido o crime, no Bairro Carlito Pamplona.

O vizinho da vítima é o principal suspeito do crime. Ele foi detido nesta quinta-feira e levado para prestar depoimento na Decesa. Além dele, a mulher, a avó e outras pessoas que estavam no imóvel vão ser ouvidas pela polícia.

G1/CE