SIGA NOSSOS CANAIS

“negô filho da puta, negô sem vergonha, negô vagabundo, negô filho de um égua”. Vereador de Meruoca é acusado por funcionário da prefeitura de racismo


O motorista da ambulância Roberto Cruz, que estava de plantão no Hospital de Meruoca, prestou queixa por racismo e injúria contra o vereador da cidade José Maria Ferreira do Nascimento. Na queixa a vítima relatou que foi xingado de “negô filho da puta, negô sem vergonha, negô vagabundo, negô filho de um égua”.

O caso aconteceu no último dia 21 de dezembro. O motorista Roberto Cruz abriu um Boletim de Ocorrência na delegacia municipal da cidade de Massapê.

PROCURAMOS VÍTIMA E ACUSADO.

Por telefone, o motorista pediu para que a nossa equipe procurasse seu advogado. Ao ser abordado, o advogado (que também é enfermeiro no hospital em que o motorista trabalha), disse que não iria se manifestar em público sobre o caso.

PROCURAMOS O EDIL

Ligamos para o Zé Maria, ele falou que estava em Sobral, o mesmo marcou um encontro com a nossa equipe em um posto de combustível em Sobral para que pudéssemos gravar. Ao chegar no local marcado, retornamos para o número do seu telefone e sinalizou que estava desligado (não sabemos se o o vereador desligou o aparelho ou a bateria descarregou).

LEIA NA ÍNTEGRA O BOLETIM DE OCORRÊNCIA.