SIGA NOSSOS CANAIS

Prefeito e seis pessoas são presas em Pedra Branca em operação de combate a fraudes em licitações

Operação foi deflagada pelo MPCE e Polícia Civil

O prefeito Antônio Gois de Pedra Branca (PRP) e outras seis pessoas foram presas preventivamente na manhã desta terça-feira, 22. A operação deflagrada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Polícia Civil no Município, distante 268 km de Fortaleza, visa combater irregularidades em licitações e tem como alvo a Prefeitura da Cidade e duas construtoras. 

Com prisão preventiva de cinco dias, um dos servidores detido foi Marcilio Alcantara da Silva, secretário do Meio Ambiente da Cidade. De acordo com o advogado do Município, Celso Miranda, estão detidos: Francisco Pontes, Edmilson Mendes e Francisco Wirrow, ligados à Prefeitura. Além desses, o empresário Francisco Franklin foi detido, afirma o MPCE. 

Celso afirma que a operação é referente a contratos firmados em 2010 com as construtoras Garra e Esquadra. O advogado não soube dar mais detalhes por ainda não ter tido, segundo ele, acesso à acusação. Ele alega que não sabe onde está a documentação procurada pelo MPCE. 

O Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPCE, é apoiado na operação por equipes do Departamento de Polícia do Interior (DPI) Sul e da Polícia Civil de Quixadá, Senador Pompeu e Quixeramobim.

Mais informações em instantes