SIGA NOSSOS CANAIS

Chuva destrói parcialmente muro do Centro Comunitário de Santana do Acaraú





Parte do muro do Centro Comunitário Adauto Bezerra localizado no bairro Padre Ibiapina, desabou por volta das 15h30min desta segunda-feira (4), ninguém ficou ferido. O acidente aconteceu em decorrência de uma forte chuva que caiu na cidade de Santana do Acaraú. Segundo declaração dos moradores a prefeitura já havia sido informada sobre os riscos do muro e de uma arvore de 25 metros caírem e provocar sérios danos aos moradores.

A dona de casa Maria Matilde de Brito (Dita), 55 anos mora com dois filhos de 20 e 24 anos, em uma residência que fica encostada na parte do muro que caiu, segundo Dita todas as vezes que chove, ela vai se hospedar na sede da Associação Comunitária dos moradores do bairro, “hoje nós vamos dormir lá, pois está bonito pra chover, e o muro já caiu, morro de medo dessa planta grande cair em cima da nossa casa”, disse a dona de casa.

A tesoureira da Associação dos Moradores, Maria Zeneide Monteiro Xavier disse que entregou um oficio na Defesa Civil há 15 dias, mas que até hoje não teve resposta positiva sobre a retirada da árvore, “aqui nós moramos apavorados, no dia da ultima tempestade eu estava sozinha em casa, chorei muito e estou até hoje traumatizada, sempre que chove eu vou dormir na sede da associação”, ressaltou a líder comunitária.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, Francisco Arlene Farias, os moradores já solicitaram a retirada da árvore e que as providências estão sendo adotadas junto a secretaria de Obras, Serviços Urbanos e Ubanismo, “Já solicitamos junto a secretaria de Obras andaimes em virtude da planta ser muito grande e vai requer cuidados especiais, e já estamos providenciando para resolver o mais breve possível” disse o gestor.

No prédio funciona a sede do Conselho Tutelar e as reuniões do Conselhão e outras atividades da prefeitura. Segundo o ambientalista João Batista do Espírito Santo Justo, a prefeitura já tinha ciência que o muro já estava comprometido e que nenhuma providência foi tomada para prevenir o acidente, ainda de acordo com o Justo, há duas árvores Paineiras na cidade que precisam ser retiradas, uma está no Centro Comunitário e a outra próximo a delegacia da Polícia Civil, mas segundo ele não há risco das arvores caírem.

A Defesa Civil não foi notificada da queda do muro, "soubemos através da reportagem, mas já estamos adotando as medidas", disse a secretária Ana Maria Batista. Já a secretária do Trabalho e Assistência Social (SETAS), que responde pelo Conselho Tutelar e o prédio do Centro Comunitário, não atendeu a nossa ligação e não respondeu contato mantido via rede social. A secretária de Obras, Serviços Urbanos e Urbanismo, a agrônoma Maria do Carmo Lira, disse que ainda não havia sido notificada sobre o acidente com o muro e que vai manter contato com a SETAS para as medidas que serão dotadas, informou ainda que não tinha ciência da precariedade do muro. Via Tribuna dos Vales