SIGA NOSSOS CANAIS

Fred Gomes, dirigente do Guarany em pé de guerra com a torcida rubronegra


Não pegou nada bem para o dirigente do Guarany de Sobral, Fred Gomes, que durante a escolta do ônibus na chegada ao estádio, palco de um dos jogos da semifinal, destratou, segundo nota, a torcida rubronegra que fazia a festa para os jogadores que naquela noite de quarta-feira, enfrentaria o Fortaleza. 
Palavras como "tornozeleiras eletrônicas", "Buzina Motorista, a gente que manda nessa porra"; "Tudo vagabundo" -"Quer fazer média? Venha pra cima de mim não. Bando de vagabundo desses", teriam sido ditas, e, estão sendo atribuídas ao dirigente Fred Gomes.
Em nota de repúdio que circula nas redes sociais,  os torcedores esclarecem que: "a recepção do Ônibus do clube, no momento em que o torcedor se mobilizou para levar boas energias aos atletas e organizou um show pirotécnico "corredor de fogo" jamais visto no interior do Norte e Nordeste, comentado pela sua beleza por torcedores de outros times em todas as regiões do país".

Essas frases, teriam sido repetidas exaustivamente pelo Diretor Fred Gomes dentro do ônibus dos atletas enquanto a torcida cantava lá fora e atletas transmitiam ao vivo em suas redes sociais.
 Em outro trecho da nota, os torcedores rebatem: "Senhor Fred, aqui você não manda em nada, aqui é apenas um empregado do Guarany, quem manda "nessa p..." Somos nós, torcedores e ninguém, absolutamente ninguém está acima da instituição GUARANY SPORTING CLUB, portanto respeite-nos! Vagabundo é você, que não respeita o torcedor do time que deu um emprego.(...).
"O fato é que nós enquanto torcedores jamais iremos aceitar tais ofensas, pois a torcida do Guarany Sporting Club é formada por cidadãos, trabalhadores que levam suas famílias ao junco, como visto durante o próprio corredor de fogo a presença de viárias crianças, torcedores que deixam suas casas em dias de jogos, seja em Sobral ou em outra cidade para apoiar o Guarany.
O torcedor bugrino sente-se ferido, não pela derrota, mas pelas declarações e diante desse cenário discriminatório e inadmissível, EXIGIMOS a renúncia, não é a demissão, é RENUNCIA IMEDIATA do Atual Diretor de Futebol Fred Gomes e a Identificação do autor das frases criminosas".

Assinam esse Nota de Repúdio: G.R.T.O. FORÇA JOVEM GUARANY; MOVIMENTO BORA GUARÁ; GUARA-CHOPP; GRUPO DE ORGANIZADORES DO CORREDOR DE FOGO.

Via Blog Wilson Gomes