SIGA NOSSOS CANAIS

Grades não foram furtadas, afirma sindicato dos agentes


O Sindicato dos Agentes e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindasp/CE) esclarece que, diferente das matérias publicadas no fim de semana, não houve furto de grades no local onde funcionava a cadeia pública de Cariré, na Região Norte do Estado, mas sim a retirada do material requerido pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

O referido agente, que teve a identidade preservada pelos meios de comunicação, mas que foi denunciado equivocadamente por um policial militar, com registro de boletim de ocorrência na Delegacia Regional de Sobral, cumpria a determinação de uma atividade assinada pelo titular da pasta, secretário Mauro Albuquerque.

Para que todos tomem conhecimento, as grades de ferro foram trazidas para Fortaleza e, quando necessário, serão utilizadas em reparos nas unidades prisionais instaladas na Região Metropolitana de Fortaleza. Além de Cariré, o mesmo agente operou nas cidades de Ipueiras, Varjota, Reriutaba, Groaíras e Sobral.

A diretoria executiva do SIndasp/CE ressalta que existe uma ordem de serviço para a referida atividade no interior, segundo informações do setor patrimonial da SAP, para tanto, sugere que os meios de comunicação procurem a assessoria de imprensa da secretaria.

sindaspce