SIGA NOSSOS CANAIS

Prefeitura de Sobral inaugura primeiro coworking público do Ceará nesta quarta-feira (17/07)


A vice-prefeita Christianne Coelho e o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Inácio Ribeiro, inauguraram nesta quarta-feira (17/07) o Coworking Municipal Nairo Guimarães Coelho. Esse é o primeiro coworking público do Estado do Ceará. O espaço colaborativo vai abrigar 10 startups, em uma ambiência favorável ao seu desenvolvimento. 

“Elas foram selecionadas mediante um edital que foi lançado pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico. Elas vão ficar aqui neste espaço, que é mais do que um coworking, vai ser um grande espaço de conexões. Aqui as startups vão receber aceleração, mentoria, ter acesso a clientes, fornecedores e investidores. Enfim, elas serão preparadas para o mercado”, disse o secretário Inácio Ribeiro. As iniciativas são frutos do projeto Inova Sobral, do programa #ocupaJuventude (Prefeitura de Sobral) e do Corredores Digitais (Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior).

A vice-prefeita Christianne Coelho ressaltou a importância da iniciativa. “O município de Sobral parte na frente de outros municípios. Coworking particular é um movimento crescente em todo o Brasil, e no mundo, mas vinculado à gestão pública, esse é o primeiro no Estado do Ceará e isso nos causa muito orgulho”, disse.

Coworking é um movimento de pessoas, empresas e comunidades que buscam trabalhar e desenvolver suas vidas e negócios juntos, para crescerem de forma mais rápida e colaborativa. O Coworking Municipal tem como objetivos: acelerar o desenvolvimento do ecossistema de inovação do município; fomentar o empreendedorismo tecnológico; apoiar a criação e o desenvolvimento de startups; potencializar a interação, as redes e a transferência de conhecimentos e habilidades entre empreendedores apoiados e o ecossistema local de inovação; e incentivar o surgimento de casos de sucesso que tenham efeito demonstrativo e multiplicador na sociedade.

Para esse primeiro semestre de atuação, as 10 empresas desenvolverão uma pré-incubação com o programa SEBRAELABS, do Sebrae, responsável pela aceleração dos projetos. A atividade acontece com a parceria da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE).