SIGA NOSSOS CANAIS

Previdência: Camilo atuou para garantir votos a favor da reforma na bancada do CE, dizem deputados


Pedido para que governadores entrassem em campo em prol da aprovação da proposta do Governo Bolsonaro teria partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia

A atuação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), junto a governadores do Nordeste para angariar votos a favor da reforma da Previdência surtiu efeito na bancada cearense. No Legislativo, parlamentares confirmam que, em acordo com o presidente da Câmara, chefes dos executivos estaduais, entre eles, o cearense Camilo Santana (PT), atuaram nos bastidores para "ajudar" na aprovação da proposta.

Contrário à proposta do Governo Bolsonaro no início, Camilo Santana se distanciou das discussões sobre a reforma da Previdência cerca de 15 dias antes da votação em plenário. Segundo um parlamentar da bancada cearense, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, se comprometeram com o avanço de pautas de interesse dos governadores no Congresso em troca da participação deles na garantia de votos para a reforma.

No caso do Nordeste, com estados governados majoritariamente por partidos de oposição, o pedido de Rodrigo Maia teria sido para que os chefes dos executivos influenciassem os parlamentares aliados nas legendas do chamado 'Centrão'. Um deles é o deputado federal Domingos Neto (PSD). Ele afirmou que, na última terça-feira, Camilo Santana o ligou sinalizando votação favorável à reforma, cumprindo o combinado com Rodrigo Maia. 
Interlocutor do Governo do Estado nega que o governador tenha atuado em favor da reforma, mas reconhece que Camilo considera que mudanças em alguns pontos, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), as regras da aposentadoria rural e a capitalização, fizeram a proposta “avançar muito”. E que, por isso, o governador deixou a bancada à vontade para a votação, tendo feito ainda a ponderação de melhorar a situação dos professores – o que não foi possível no texto-base, mas ainda pode ser modificado nos destaques.   
Emendas

Conforme o Diário do Nordeste mostrou na quarta-feira (10), a liberação de emendas parlamentares às vésperas da votação também ampliou o apoio à reforma na bancada cearense.

Dos 22 deputados federais cearenses, 11 votaram a favor do texto-base da reforma: Heitor Freire (PSL), Genecias Noronha (SD), Vaidon Oliveira (Pros), Aníbal Gomes (DEM), Dr. Jaziel (PL), AJ Albuquerque (PP), Pedro Bezerra (PTB), Domingos Neto (PSD), Roberto Pessoa (PSDB), Junior Mano (PL) e Moses Rodrigues (MDB). Um dia antes da votação, apenas três deles - Heitor Freire, Genecias Noronha e Vaidon Oliveira - declaravam voto a favor da proposta.

O Diário do Nordeste entrou em contato com a assessoria de imprensa do governador Camilo Santana para ouvi-lo sobre as declarações de deputados, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.