SIGA NOSSOS CANAIS

É FILHO DE SOBRAL - Delegado Manoel Frota chega para coordenar Polícia Civil de Divinópolis


Depois de 8 anos de uma incessante batalha, da classe política, comunidade e setores da imprensa, finalmente a maior cidade do Vale do Araguaia, volta a contar com delegado titular. Durante esse período, inúmeros crimes foram cometidos, a exemplo de chacinas, narcotráfico, furtos, roubos, atuação de células de facção criminosa, e casos que ficaram sem serem elucidado, em uma escalada da criminalidade jamais vista na cidade.

Por inúmeras vezes, a classe política local, esteve na sede da 6ª Delegacia Regional da Polícia Civil, em Paraíso do Tocantins, e na sede da Secretária de Segurança Pública (SSP), em Palmas – TO, reivindicando que a autoridade policial, fosse designada, para atuar em Divinópolis do Tocantins.

O ponto de partida para que Divinópolis voltasse a ter um delegado titular, foi quando o prefeito Padre Florisvane (PSD), marcou audiência com a então Diretora de Polícia do Interior, atualmente Delegada Geral, Dra. Raimunda Bezerra, reunião que aconteceu na tarde do dia 09 de julho de 2019, na sede da SSP, onde Raimunda Bezerra, se comprometeu em atender a demanda solicitada.

Na segunda-feira (19/08/2019), o delegado Manoel Frota, se apresentou na 55ª Delegacia de Polícia de Divinópolis – TO, e deu inicio as atividades e prerrogativas que lhe compete.

Manoel Frota recebeu a nossa reportagem, e falou dos desafios de coordenar a Polícia Judiciária, em uma das cidades que tem um dos maiores índices de crimes, se tratando de cidade de pequeno porte do Estado do Tocantins, “mudar a filosofia atuando e devolver a normalidade e a tranquilidade. Pretendo aumentar as instaurações de inquéritos, pedir prisão e busca e apreensão. O conselho que eu dou para o bandido é saia de Divinópolis, saia do Tocantins; que sua hora vai chegar” bradou o Delegado de Polícia.

Frota pediu também que a comunidade, possa participar das atividades da Segurança Pública, denunciando crimes, e pessoas em atitude suspeitas. Vale lembrar que o fone da delegacia de Divinópolis é (63) 3531- 1211. Sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo.

“hoje o crime organizado, não está nas cidades grandes ou pequenas, as facções estão em todo Brasil. A gente tem uma forma de combater que é a Inteligência Policial, que a Polícia Civil está investindo muito” frisou. Frota enfatizou ainda que há vários inquéritos em andamentos, e que mais procedimentos deverão ser abertos, “pretendo aumentar as instaurações de inquéritos” informou.

Entre as funções do Delegado de Polícia, que é o primeiro garantidor dos direitos do cidadão, estão coordenar as investigações, levando aos titular da Ação Penal que é o Ministério Público (MP), as informações necessárias que leve á justiça, o autor que seja responsabilizados pelos seus crimes.

Sistema Audiovisual

O delegado também implantou um sistema inédito, na delegacia de Divinópolis – TO, que é o sistema audiovisual, em que todos os depoimentos de criminosos, vitimas e testemunhas são gravados, e ficam nos arquivos da Polícia Civil. Segundo Dr. Manoel Frota, dá mais rapidez e agilidade na formalização dos inquéritos, e consequentemente os pedidos judiciais são arremetidos para o Ministério Público e o Poder Judiciário. Os pedidos judiciais são requeridos, por intermédio do sistema E-Proc, como se enviasse e recebesse um email por exemplo, o que facilita a atuação das instituições envolvidos, mesmo a sede da comarca ficando em Paraíso do Tocantins, a 60 quilômetros de Divinópolis – TO.

Nós entramos em contato com o Delegado Regional de Paraíso do Tocantins, Dr Bruno Baeza, que ressaltou a dedicação da delegada Raimunda Bezerra, em designar a Autoridade Policial, para atender a maior cidade da região, “esse pleito é antigo da região, a doutora Raimunda (Bezerra) conseguiu, e a gente fica feliz e acredita que vai diminuir a criminalidade, com a Polícia Civil mais forte” disse o Chefe de Polícia.

O sargento da Polícia Militar Evaldo Gabino, comandante de destacamento da PM em Divinópolis – TO, comentou a lotação do delegado da delegacia da coirmã PC, “agora tem o delegado para conduzir as investigações, eles (policiais civis) contribuem demais, estou satisfeito com o delegado, que facilita o trabalho da Polícia Militar, e vai melhorar muito na resolução dos crimes. Vamos trabalhar em parceria, me coloco a disposição” disse o militar.

Reunião com a Classe Política

Na parte da tarde, o prefeito Padre Florisvane (PSD), o vice – prefeito Zé do Getúlio (PHS), os vereadores Valdivan da Silva (PT), professor Ozias Teles (MDB), Lucas do Branco (PHS), o vereador Valdivan da Silva (PT), o presidente da câmara Cecílio Surubim (PT) e o ex – prefeito Bozó (MDB), estiveram na sede da Polícia Civil da cidade. Das boas vindas, as cobranças, os parlamentares relembraram o histórico de criminalidade, e a luta 7 longos e difíceis anos, de batalha pela lotação do delegado.

O vice – prefeito Zé do Getúlio (PHS), pediu atenção aos adolescentes do município, o vereador Professor Ozias Teles (MDB), relembrou os anos de luta por uma segurança pública de qualidade, “foram 7 anos indo a Paraíso – TO, indo a Palmas – TO, pra resolver esses problemas (da falta de delegado e outros). Essa figura do delegado em Divinópolis vai melhorar muito, e eu vejo um ganho muito grande pra nossa sociedade. A disposição do delegado Frota, parece ter uma grande vontade de trabalho e é essa vontade que nós precisamos, para Divinópolis ser uma cidade boa pra se morar” resaltou o emedebista, que foi um dos precursores nesta longa e difícil batalha, que só agora teve um final feliz. Manoel Frota por sua vez afirmou que está sempre em contato com Gabino, e que a troca de informações tem ocorrida constantemente, e que todo os dias pela manhã pede ao militar, para enviar as informações sobre ocorrências na noite anterior.

O prefeito Padre Florisvane (PSD), na condição de Chefe do Executivo, se colocou para servir no que for necessário, para a corporação, “O senhor pode contar conosco e não se acanhe não” disse o político.

Perfil

Manoel Frota Neto é natural de Sobral – CE, tem 41 anos, formado em direito, pós graduado em Direito Penal e Processo Pena, casado, ex – Guarda Civil, ex – soldado da PM – CE, ex – inspetor da PC – CE e a 2 anos atua no cargo de Delegado da Polícia Civil do Tocantins, após ser provado no concurso da corporação de 2014.

Com informações do portal Surgiu