SIGA NOSSOS CANAIS

CAMOCINENSE NÃO MORREU DE MENINGITE, DIZ EXAME


A Prefeitura de Camocim descartou que Geilson Oliveira, de 25 anos de idade, morador do bairro Olinda, tenha morrido de meningite, conforme chegou a ser informado pela Santa Casa de Misericórdia de Sobral. A morte ocorreu no último dia 19 de dezembro. 
Ainda segundo a administração municipal, a "Cultura do Liquor do paciente teve resultado negativo" em exame realizado pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. 
A Vigilância Epidemiológica de Camocim, serviço responsável por atuar em casos de doença infectocontagiosa conforme determinação do SUS, ao ser informada, de forma imediata iniciou a intervenção com o objetivo de bloquear possível disseminação da doença. 
Como medida preventiva foi realizada a quimioprofilaxia (uso de medicamento e vacina) em pessoas que tiveram contatos diretos com o paciente. 
A abordagem diante de casos suspeitos e/ou confirmados de doença infectocontagiosa é regulamentada pelo Ministério da Saúde. Com o resultado do exame, Camocim segue sem nenhum caso de meningite registrado este ano. 
Via Tadeu Nogueira