5 de nov. de 2019

PF pede prisão de Dilma; Fachin nega


Na manhã desta terça, a Polícia cumpriu uma série de mandados de busca e apreensão, além de medidas de sequestro de bens, por determinação de Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo. A investigação apura supostos repasses de propina da JBS para senadores e ex-senadores do PMDB na campanha eleitoral de 2014. O senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi intimado para prestar depoimento. Eduardo Braga, também senador do MDB, é apontado pela revista 'Veja' como alvo da operação. Durante a tarde, a PF pediu a prisão da ex-presidente Dilma Rousseff, entre outros políticos, alegando risco de atrapalhar as investigações. Fachin negou as solicitações.


Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários:

Destaque

A vítima foi uma mulher identificada por Viviane Carla Bonfim, ela morreu no início da manhã de hoje (28), na avenida principal que dá acess...

Continue lendo