23 de fev. de 2020

37 PMs são presos por não se apresentarem para trabalhar no Carnaval


Agentes fazem parte da lista de desertores divulgada em boletim do Comando Geral. Ao todo, 41 policiais militares foram presos desde o início da paralisação

A Polícia Militar do Estado do Ceará prendeu 37 policiais militares considerados desertores neste domingo, 23. Os agentes foram presos por não se apresentarem para trabalhar na segurança em festas de Carnaval no Interior do Ceará. Com isso são 41 PMs presos desde o início do motim.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os 37 agentes fazem parte da lista de deserções que inclui 61 policiais militares que tiveram nomes publicados em Boletim do Comando Geral, em razão de deserção especial, ou seja, quando o militar deixa de apresentar-se na força em que serve. A deserção especial prevê pena de detenção de até três meses. As prisões acontecem desde as 16 horas deste domingo.

Outros quatro PMs já haviam sido presos na semana passada. Três deles foram autuados pelo crime de motim, na última terça-feira, 18, após serem flagrados secando os pneus de uma viatura da PMCE. Um quarto PM foi autuado em flagrante no Crato, na madrugada da quinta, 20, pelo crime de incêndio.

O POVO apurou que alguns policiais de Juazeiro do Norte se apresentaram para trabalhar depois de uma ordem do Comandante Geral da PM neste domingo, 23. Segundo um soldado que estava amotinado e não quis ser identificado, ele e os colegas PMs retornaram com medo de serem expulsos e estão dando serviço nas ruas a pé, porque as viaturas continuam estacionadas.

Lista de desertores
Nesse sábado, 22, a Polícia Militar do Estado do Ceará classificou 77 policiais militares como "desertores". Entretanto, na checagem final do Comando, 16 se apresentaram para trabalhar no Carnaval e a lista ficou em 61 agentes. Os PMs não se apresentaram à Operação Carnaval de 2020, tampouco apresentaram qualquer justificativa para o não comparecimento. Os policiais estavam escalados para reforçar a segurança de, pelo menos, 19 pontos no interior do Estado.

168 PMs afastados
Além destes, de acordo com a Controladoria Geral de Disciplina (CGD), há determinação do afastamento de 168 policiais militares do Ceará. Conforme Diário Oficial do Estado (DOE) dessa sexta-feira, 21, a CGD instaurou Conselho Disciplinar contra 160 policiais identificados como suspeitos de integrar grupos que promovem motim na PMCE. Do total, oito policiais já haviam sido afastados, com publicação no Diário Oficial do Estado da quinta-feira, 20.


Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários:

Destaque

A vítima foi uma mulher identificada por Viviane Carla Bonfim, ela morreu no início da manhã de hoje (28), na avenida principal que dá acess...

Continue lendo