21 de fevereiro de 2020

"Anistia de quem fizer motim é inegociável", diz governador Camilo Santana

Capitão Wagner (Pros) disse que a informação repassada pelo Governo do Estado na noite de quinta-feira, em reunião com senadores, é de que todos os policiais que forem identificados serão punidos

O governador Camilo Santana (PT) disse que não haverá anistia aos policiais militares que fazem paralisação desde terça-feira, 18.

"Anistia de quem fizer motim é inegociável", afirmou.

O governador acrescentou que essa postura, segundo ele, não seria da maioria da tropa. "A grande maioria da tropa é formada por homens e mulheres de bem. Esses que estão nos motins não representam a Polícia".

Durante o programa Debates do Povo, nesta manhã, na rádio O POVO CBN, Capitão Wagner (Pros) disse que a informação repassada pelo Governo do Estado na noite de quinta-feira, em reunião com senadores, é de que todos os policiais que forem identificados serão punidos.

Desde antes do início da paralisação, Ministério Público recomendou que comandantes alertassem às tropas sobre eventuais punições. Integrantes do movimento dos policiais falam que uma das principais reivindicações é não haver punições. Mas, o governador descarta essa possibilidade. Via  O povo



Publicação anterior
Próxima publicação