29 de fevereiro de 2020

Ex-técnico de Ceará e Fortaleza, Valdir Espinosa morre aos 72 anos


O ex-técnico Valdir Espinosa morreu nesta quinta-feira, 27, aos 72 anos de idade. Com complicações depois de passar por uma cirurgia de abdômen, ele foi internado novamente no dia 20, mas não resistiu. Atualmente, Espinosa ocupava o cargo de gerente de futebol do Botafogo. As informações são do GloboEsporte nacional.
Treinador histórico no Fogão por conta da conquista do Campeonato Carioca de 1989, acabando com um jejum de 20 anos, Valdir Espinosa também fez história no Grêmio, comandando o time campeão da Libertadores e do Mundial em 1983. Ele também teve passagens por equipes do Paraguai, Arábia Saudita e Japão.
No futebol cearense, Valdir Espinosa comandou o Vovô em 2005, mas terminou o ano como o treinador do Fortaleza na Série A do Brasileirão. Espinosa também foi responsável por levar o zagueiro Ronaldo Angelim, destaque do Leão, para o Flamengo, onde o defensor se consagrou como um dos grandes nomes da história recente do clube.

O POVO
Publicação anterior
Próxima publicação