13 de fevereiro de 2020

Hospital do Coração de Sobral realiza procedimento inédito no interior Norte do Ceará


Sendo especializado em procedimentos cardiovasculares de alta complexidade, o Hospital do Coração de Sobral realizou no sábado (08/02) um procedimento de Fechamento Percutâneo da Comunicação Interatrial (CIA) por meio de cateter, não necessitando abrir o peito para acessar e fechar uma comunicação anômala no coração, que faz com que o sangue se misture de forma inadequada no órgão, causando sintomas e repercussões cardíacas.

O procedimento foi realizado em um paciente de 37 anos que possuía a doença desde seu nascimento. Segundo o Dr. José Maria Bezerra Filho, o que em uma cirurgia normal duraria três a quatro horas, o novo método resolve com rapidez, podendo chegar até menos de uma hora: “Por meio de cateter, e pulsionando a veia femoral, chegamos ao coração e liberamos uma prótese que vai fechar o orifício/comunicação, resolvendo o problema de forma rápida e segura”, enfatiza.

Novas tecnologias

De acordo o médico cardiologista intervencionista Dr. Ronaldo Mont’Alverne Filho, o procedimento realizado é de extrema importância: “Pela baixa invasividade, permite que o paciente se recupere de forma precoce. É um procedimento seguro e portanto chegando a Sobral e região Norte garante modernização do tratamento dessa patologia”, destaca.

Esse tipo de procedimento proporciona novas tecnologias, habilidades e melhorias no tratamento do paciente cardiológico e, é acompanhado pelo Setor de Hemodinâmica, pela Escopia através do Raio- X e também através da Ecocardiografia Transesofágica Intraoperatória, método ultrassonográfico realizado por meio da introdução de sonda esofágica através da boca durante uma cirurgia. “Durante todo o procedimento nos acompanha um Ecocardiografista que faz o exame de Ecocardiograma Transesofágico intraoperatório para dar mais precisão e segurança, junto com a visualização pelo Raio-X, a colocação da prótese”, explica o diretor técnico do Hospital do Coração, Dr. Joaquim David Carneiro Neto

A equipe

Participaram do procedimento a equipe do serviço de Hemodinâmica do Hospital do Coração, composta pelos médicos Dr. Joaquim David Carneiro Neto e Dr. José




Publicação anterior
Próxima publicação