19 de jul. de 2020

Lula insinua que Bolsonaro inventou ter covid-19 para divulgar cloroquina


O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva participou de uma conferência entre bancários na noite de ontem. No encontro virtual, que também contou com a participação de Fernando Haddad, Flávio Dino e Guilherme Boulos, o petista fez duras críticas a Jair Bolsonaro (sem partido) e insinuou que o presidente poderia ter "inventado" que está com covid-19 para defender o uso da hidroxicloroquina.

"Para resolver a crise sanitária, nós precisamos do bom senso do presidente da República e saber que o único remédio que vai curar, que até hoje nós sabemos, é isolamento das pessoas. O isolamento é a única coisa enquanto não tiver a vacina. E ao invés de o presidente juntar o [Instituto] Butantan e outros laboratórios para pensar no que fazer, para colocar dinheiro para os nossos pesquisadores, ele resolve ficar tentando vender cloroquina! Eu acho que ele é sócio do laboratório do Trump, não é possível!", criticou Lula, que acrescentou:


" Como é que um presidente da República, tenente expulso do Exército, movido pela ignorância, consegue tentar vender todo santo dia pelo rádio, pela televisão e através das fake news que a cloroquina é a salvação contra coronavírus! Sem nenhuma orientação médica, ele ontem disse que vai obrigar a Fiocruz a orientar a cloroquina. É hora dos pesquisadores, é hora dos nossos médicos não aceitarem cumprir orientação. Eu até acho, Haddad, que ele inventou esse negócio de que está com coronavírus para poder dizer que melhorou com a cloroquina. Parece duro, mas eu estou dizendo. Esse cara é capaz de tudo."

O ex-presidente seguiu fazendo críticas à forma que Bolsonaro vem conduzindo o combate à pandemia e, para defender seu ponto, citou as trocas no comando do Ministério da Saúde.

UOL



Compartilhe essa notícia com seus amigos:

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: