29 de nov. de 2020

O presidente Jair Bolsonaro, voltou a sugerir neste domingo (29), sem provas, que o voto eletrônico no país não é confiável

Bolsonaro voou até o Rio de Janeiro para votar no segundo turno na cidade. Ele apoiou o atual prefeito Marcelo Crivella no pleito. Ele votou na Escola Municipal Rosa da Fonseca, na Vila Militar, zona oeste do Rio, por volta das 10h40.
 Bolsonaro ficou cerca de 15 minutos no interior do colégio e, na saída, falou por cerca de meia hora com a imprensa. Ele defendeu o voto impresso e disse que tem conversado com lideranças do Congresso sobre o tema, acrescentando que essas mudanças dependem somente do Executivo e do Legislativo. Bolsonaro também disse que a apuração tem que ser pública. Fonte: Diário do nordeste


Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: