30 de dez. de 2020

Prazo para solicitar FGTS emergencial de até R$ 1.045 termina nesta quinta-feira (31)

 O prazo para solicitar o dinheiro do FGTS emergencial termina nesta quinta-feira (31). Têm direito ao recurso trabalhadores com contas ativas (do emprego atual) ou inativas (empregos anteriores) que ainda não sacaram o benefício emergencial. O valor do saque é de até R$1.045.

A liberação do saque emergencial foi uma das medidas do Governo Federal para reduzir os impactos econômicos da pandemia da Covid-19. O dinheiro ficou disponível automaticamente em poupança digitais até o fim de novembro, mas para quem não sacou, o dinheiro voltou, também automaticamente, para a conta do FGTS. 

Segundo a Caixa Econômica Federal, foram liberados R$ 37,8 bilhões referentes ao FGTS emergencial para mais de 60 milhões de trabalhadores.

Como solicitar?

Para solicitar o dinheiro, basta acessar o aplicativo do FGTS, selecionar a opção “Saque Emergencial FGTS” e clicar na opção “Solicitar saque”.

Após a realização do procedimento, o saldo será transferido novamente para a conta digital aberta pela Caixa e ficará disponível para movimentação pelo aplicativo Caixa Tem.null

O dinheiro pode ser utilizado em transações eletrônicas, transferido para outras contas ou sacado. 

Valores

O limite de saque do benefício é de R$ 1.045, mas nem todos os trabalhadores têm direito ao saque máximo. O valor disponível vai depender de quanto havia nas contas até dez dias antes da Caixa depositar o dinheiro na poupança digital.

Para quem possui mais de uma conta no FGTS, o dinheiro será retirado inicialmente das contas relativas a contratos de trabalho anteriores, começando por aquelas com menor saldo. Em seguida, os valores poderão ser retirados de contas ativas, com início também por aquela que tiver menor saldo.

Apesar de disponível para todos os trabalhadores, o FGTS emergencial não precisa ser sacado. O dinheiro que não foi retirado já voltou para as contas do FGTS.

Para consultar a quantia disponível para resgate, o trabalhador pode consultar no site da Caixa, no aplicativo FGTS, no internet banking da Caixa ou pelo telefone 111.




Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: