18 de jan. de 2021

Ceará calcula receber vacina para 109 mil pessoas; Camilo e Sarto estão a caminho de SP

 


O Estado do Ceará tem uma previsão de receber doses suficientes para vacinar 109 mil pessoas nesta primeira remessa da vacina Coronavac, do Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac. Isso significa que, nos cálculos da Secretaria da Saúde do Estado, devam vir cerca de 218 mil doses para serem aplicadas em um intervalo de 21 dias.

A prioridade número 1 será vacinar os profissionais de Saúde que estão na linha de frente contra a Covid-19, mas idosos previstos para a primeira fase também terão acesso, especialmente os que estão abrigados, garante o secretário de Saúde do Estado, Dr. Cabeto. A confirmação da quantidade de doses que virá ao Estado deve sair ainda hoje.

O governador Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza Sarto Nogueira estão a caminho de São Paulo para tratar da liberação das doses às quais o Ceará tem direito, após a liberação emergencial pela Anvisa neste domingo (17). Às 7h desta segunda (18), haverá um ato simbólico organizado pelo Ministério da Saúde com governadores, em Guarulhos-SP, onde está o centro de distribuição do Ministério.

A vacinação está prevista, inicialmente, para começar na quarta-feira (20), mas a logística já montada pelo Estado do Ceará e os municípios tem condição de iniciar a imunização antes. Isso, entretanto, vai depender das tratativas políticas entre os governadores e o Ministério da Saúde.

A Sesa fez uma divisão dos profissionais de Saúde em 4 grupos. Segundo o secretário Dr. Cabeto, os que estão diretamente envolvidos no tratamento da Covid-19 somam cerca de 70 mil pessoas. Além deles, idosos acima de 80 anos e que estejam abrigados também terão prioridade neste momento.

O secretário reforça que todas as regiões do Estado já estão prontas para a vacinação, inclusive em relação ã distribuição de agulhas e seringas. “Temos um mapeamento de todos os profissionais que estão atuando e onde estão atuando. Isso vai facilitar a distribuição, diz ele.

Logística

Há um compromisso do Ministério da Saúde de enviar aos estados as doses da vacina. Entretanto, temendo algum atraso por questões de logística, o governo do Estado do Ceará já reservou uma aeronave para trazer as doses do imunizante ao Ceará. Isso só ocorrerá, evidentemente, em caso de necessidade. Ao chegar ao Ceará, as doses serão encaminhadas por aeronaves do estado aos municípios.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: