8 de fev. de 2021

Corpo encontrado pela Marinha é de pescador cearense que desapareceu em lancha

 

Renato Marcolino dos Santos, filho mais velho do pescador WIlson Martins dos Santos, identificou o corpo do pai no Rio de Janeiro, na tarde deste sábado (6).

"Venho aqui, em nome da minha família Santos, oficializar que um dos dois corpos que foram encontrados realmente é do meu pai. Um grande homem, do mar, que tinha o sonho de fazer essa travessia, mas por um infortúnio não pôde completá-la", declarou Renato.

Wilson fazia parte do grupo que desapareceu, no mês passado, a bordo de uma lancha que vinha do Rio de Janeiro para Fortaleza. As buscas começaram dois dias depois. Na última quinta-feira (4), dois corpos foram encontrados a 50 km leste do Farol de Cabo Frio. Neste sábado (6), outros dois corpos também foram encontrados na área de busca da embarcação.

"Vou levar nosso conterrâneo para ser velado na nossa terra. Ele vai ter o prazer de ser enterrado na nossa terra. Desde já, só tenho a agradecer principalmente ao meu lugar, Guajiru, e a todos vocês do Brasil que ficaram solícitos comigo", declarou Renato dos Santos.

Segundo a filha do pescador, Flor dos Santos, a ida do pai ao Rio de Janeiro foi carregada de simbolismos, já que seria a primeira viagem de avião de Wilson. O cearense foi convidado pessoalmente pelos proprietários da embarcação para fazer a jornada. "Na mesma hora, ele disse 'sim' e perguntou 'já é para ir amanhã?'. O Sr. Ricardo até falou assim: 'Domingos, bem que você falou que o Wilson gosta mesmo'. E ele respondeu: 'Tô te falando que o homem é dos bons'", lembra.

Os dias que antecederam a viagem foram tomados de ansiedade. "Foi a realização de um sonho. Ele estava muito empolgado. Tinha medo, mas estava tão empolgado que queria ir". Ao desembarcar no aeroporto do Rio, Flor chegou a perguntar o que o pescador havia achado da experiência no ar, ao que ele respondeu: "É bom demais, minha filha".

Três corpos aguardam identificação

Os dois primeiros encontrados corpos estavam na área de buscas da lancha em que os cinco amigos desapareceram, a cerca de 50 quilômetros ao leste do Farol de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (4).

Nesta sábado (6), a Marinha do Brasil encontrou mais dois corpos na mesma área de buscas. As forças armadas informaram em comunicado que a aeronave Sea Hawk e uma embarcação pesqueira localizaram as vítimas a 35 quilômetros a sudeste do Farol de Cabo Frio.

Desaparecimento

O grupo desapareceu no dia 29 de janeiro, três dias após sair da Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, rumo a Vitória, no Espírito Santo, para fazer o primeiro abastecimento da lancha. Um dia antes, porém, o motor da embarcação havia apresentado problemas técnicos.

Estavam na embarcação: Guilherme Ambrósio, como comandante; Cláudio de Souza, operador de máquinas; Wilson dos Santos, pescador; e Ricardo Kirts e Domingos de Souza, donos do equipamento.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: