23 de abr. de 2021

Com intervalo de cinco dias, mãe e filha morrem de Covid-19 em Santa Quitéria

 

Uma mulher de 44 anos faleceu na manhã desta quinta-feira (22), horas depois de conseguir um leito de UTI na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. Fernanda Almeida dos Santos, moradora do distrito de Raimundo Martins, zona rural de Santa Quitéria, era uma pessoa com deficiência e perdeu a mãe também para a Covid-19, há cinco dias.

Ela estava internada no Hospital de Campanha desde o último sábado, quando a sua genitora Ana Lúcia de Almeida, 62, agente de saúde aposentada, veio a óbito naquele local. Segundo informações obtidas pelo A Voz de Santa Quitéria, Fernanda estava com 14 dias de quando começou a apresentar os primeiros sintomas de contaminação e havia começado o tratamento.

De acordo com a vice-prefeita Lígia Protásio, que estava acompanhando o caso, após a morte da mãe, foi atestado que a saturação dela estava abaixo de 90% e a jovem então foi encaminhada com urgência para a unidade anexa ao Hospital Municipal. Depois de exames, foi constatado que 70% de seu pulmão já estava comprometido devido a doença.

Desde então, ficou internada e entrou na fila de espera para um leito de UTI. Ainda segundo a médica, dois dias depois, a Central de Regulação chegou a liberar para ir em vaga zero - paciente ser entregue a hospitais mesmo sem vagas -, no entanto, desde o óbito dentro da ambulância na porta do HRN o Samu não transporta mais sem a certeza da vaga.

Com o quadro inspirando cuidados e bastante agitada com o ambiente hospitalar, a saturação baixou mais uma vez e foi necessária a intubação de Fernanda, até conseguir o leito na Santa Casa ontem a noite, em que foi transferida pela equipe avançada do Samu e deu entrada por volta das 0h, porém infelizmente não resistiu e morreu no começo da manhã de hoje.

A Secretaria de Saúde de Santa Quitéria ainda investiga como se deu esta contaminação na família. Ela é o 58º óbito em decorrência do coronavírus no município. Outras 10 pessoas permanecem internadas, sendo quatro precisando de UTIs para continuar com o tratamento, segundo o IntegraSUS.

Via A voz de Santa Quitéria

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: