29 de mai. de 2021

Bebê de 5 meses intubada com 80% dos pulmões comprometidos morre de Covid-19

 

Sarah Vitória Domingues, de apenas 5 meses, morreu por complicações da Covid-19 um dia antes de completar 6 meses, como informou a mãe da criança ao portal G1. A bebê tinha sido intubada com 80% dos pulmões comprometidos e estava desde 15 de maio na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em Santos, no litoral paulista.

De acordo com o portal G1, a criança foi internada cinco dias antes, ela e a mãe, Sameque Vitória Gois, de 22 anos, com diagnóstico positivo para coronavírus. A criança foi sepultada em um cemitério de Santos, nesta sexta-feira, às 9h.

A menina tinha um quadro delicado, pois, desde que foi internada, precisava de constantes doações de sangue para tratar uma anemia profunda. A família chegou a se unir para pedir a contribuição de conhecidos e desconhecidos nas redes sociais. De acordo com a mãe, na última semana, a criança teve uma melhora, mas houve uma piora depois.

"O ar estava começando a sair do pulmão, já tinha saído 90%, os drenos estavam fazendo efeito, mas, de repente, eles pararam, e foi necessário fazer uma traqueostomia. Mesmo depois da cirurgia, a saturação continuou caindo, e os batimentos também, mas ela foi guerreando a noite toda. Às 4h30, ela sofreu uma parada cardíaca e tentaram reanimar, mas ela acabou falecendo”, explica a mãe ao portal. A pequena precisou realizar um procedimento cirúrgico de emergência para drenar o ar que vasou dos pulmões para outras cavidades.

Sameque alerta às pessoas sobre a importância de se cuidar, para não contrair a Covid-19. Após a morte da filha, ela deixou uma mensagem aos pais. “Eu acho muito importante as pessoas saberem, porque eu mesma não acreditava que [a Covid-19] poderia acometer as crianças, como acometeu a minha filha. Então, se vocês têm condições de ficar em casa, fiquem, porque nada se compara à dor de perder um filho para essa doença”, desabafa.

Fonte: O Povo

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: