19 de mai. de 2021

Em quatro meses, 11,23% dos cearenses foram vacinados contra Covid-19 com as duas doses


Após completar quatro meses do início da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Ceará, em 18 de janeiro deste ano, apenas 11,23% da população cearense foi imunizada com as duas doses da vacina. O percentual equivale a 1.032.445 pessoas vacinadas com a primeira (D1) e a segunda dose (D2). As informações são baseadas nos dados da plataforma Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgados nesta terça-feira, 18. A estimativa populacional do Estado foi baseada em estimativa para 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para garantir a imunização completa contra o novo coronavírus, é necessário o recebimento das duas doses, seguindo o intervalo de cada imunizante, segundo as farmacêuticas responsáveis. No Ceará, três vacinas estão sendo utilizadas na Campanha de Vacinação contra a Covid-19. São elas: CoronaVac/Instituto Butantan/Sinovac; AstraZeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech. Ainda segundo os dados do Vacinômetro, 16,51% dos cearenses foram vacinados com a D1 e estão no aguardo da próxima dose.

Conforme a plataforma da Sesa, entre os grupos prioritários da fase 1 e 2 que receberam as duas doses dos imunizantes estão: 256.422 trabalhadores da saúde; 20.399 indígenas; 732.490 idosos com 60 anos ou mais; 14.760 povos quilombolas e 5.890 profissionais da força de segurança. No Estado, 15 municípios puderam avançar para a 3ª fase da vacinação contra a doença. Nesta etapa, estão sendo contempladas pessoas com deficiência permanente, comorbidades, grávidas e puérperas.

Para dar continuidade na campanha de vacinação, o Estado recebeu nessa madrugada 240.200 doses da vacina AstraZeneca, enviadas pelo Ministério da Saúde (MS). O governador do Ceará Camilo Santana (PT) informou por meio das redes sociais, que mais uma remessa de imunizantes contra a Covid-19 deve chegar ao Ceará hoje, por volta das 22 horas, onde cerca de 25.740 doses da Pfizer desembarcam no Estado.

Fonte: O POVO

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: