1 de jun. de 2021

Justiça determina que homem acusado de matar professora Sobralense vá a júri popular

Rafael da Silva Andrade, acusado de matar a professora Ayla Cardoso Pinto, será levado a júri popular no dia 1° de julho de 2021, no fórum da comarca da cidade de Anápolis - GO.

A Sobralense do distrito de Aracatiaçu, conheceu o homem através das redes sociais, após um certo tempo Ayla, foi para cidade de Anápolis, onde passou a conviver com Rafael. O crime foi cometido a golpes de faca no dia 16 julho de 2019, após Rafael não aceitar o fim do relacionamento. O assassinato da professora foi de grande repercussão nas rede sociais, em razão do acusado ficar postando fotos consumindo bebidas alcoólicas, enquanto a polícia estava a sua procura. Os agentes da segurança pública daquele estado, trabalharam de forma inteligente e conseguiu prender Rafael, que agora será julgado pelo bárbaro crime cometido.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: