14 de jun. de 2021

Vacina da Janssen atrasa e não chegará amanhã ao Brasil


O lote com 3 milhões de doses da vacinas Janssen contra a covid-19 não chegará ao Brasil amanhã, conforme previsto anteriormente pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A informação foi confirmada ao UOL pelo ministério. Em nota, a pasta informou que "aguarda confirmação da data por parte do laboratório, mas a expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas". O comunicado não especifica as novas datas.

Procurada, a Janssen informou que segue dialogando com o Ministério da Saúde e outras autoridades locais "com o objetivo de disponibilizar a vacina no país o quanto antes". A expectativa era a de que o país recebesse amanhã o primeiro lote com pouco mais de três milhões de doses da vacina. A liberação foi feita após a farmacêutica Johnson & Johnson obter autorização do FDA, órgão regulador norte-americano. No sábado (12), em entrevista coletiva, Queiroga havia afirmado que a expectativa é de que os imunizantes chegassem amanhã. "Temos um ponto positivo de que essas doses têm um desconto de 25% ao valor anteriormente acertado e isso ocasiona numa economia de cerca de R$ 480 milhões. 

Outro ponto é que o pagamento só ocorrerá em relação às doses que efetivamente forem aplicadas", disse ele na ocasião. Os imunizantes devem chegar perto do prazo de validade, estipulado inicialmente para até o dia 27 de junho. Mas, em coletiva de imprensa, Queiroga observou que esse prazo foi prorrogado pela FDA para 8 de agosto. Contudo, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ainda precisa verificar a ampliação da validade.

Fonte: Viva bem / UOL

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: