31 de ago. de 2021

41 mil adolescentes já receberam a primeira dose contra a Covid-19 no Ceará

No Ceará, 41.870 adolescentes receberam a primeira dose (D1) do imunizante contra a Covid-19. Os dados são referentes até o ultimo domingo, 29 de agosto, e foram divulgados pela plataforma Vacinometro, Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Ao todo, 14 municípios cearenses começaram a aplicação de imunizantes nessa faixa etária.

A aplicação das vacinas para o público geral por agendamento, que tem entre 17 e 12 anos, teve início no sábado, 28. Fortaleza contabiliza o maior número de imunizados, com 33.912 doses aplicadas. Já no interior, Sobral é o município com maior adolescentes vacinados, registrando 3.660 no total.

Além destes, também iniciaram a vacinação da faixa etária: Acaraú (896 doses), Alcântaras (1), Aracoiaba (22), Bela Cruz (83), Cruz (465), Jaguaretama (4), Maranguape (1.311), Milagres (776), Pacatuba (337), Pires Ferreira (156), Porteiras (243) e São Benedito (4). 

Por decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apenas o imunizante da empresa farmacêutica Pfizer pode ser aplicada nos jovens. Nesta terça-feira, 31, a Prefeitura de Fortaleza espera imunizar 25.480 jovens nessa faixa etária, conforme lista de agendados divulgada.

Cadastro

Em Fortaleza, mais de 148 mil cadastros do público entre 17 e 12 anos já foram realizados para receber a vacina na plataforma Saúde Digital. A Prefeitura de Fortaleza orienta aos adolescentes entre 12 e 17 anos de idade residentes da Capital que também realizem o cadastro no Saúde Digital, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), para a vacinação contra a Covid-19.

Para efetuar o cadastro, é preciso informar dados pessoais como nome completo, CPF, data de nascimento e telefone para contato, entre outros. É necessário preencher corretamente os dados e é fundamental checar o e-mail de confirmação para que o processo seja concluído. Durante a vacinação, a recomendação da secretária-adjunta é a de que apenas um responsável acompanhe o adolescente, para evitar aglomerações. 

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: