18 de set. de 2021

“Podem criticar o técnico do time, não os meus ministros”

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na tarde desta sexta-feira (17), ser impossível criticar seu “time” do primeiro escalão na Esplanada dos Ministérios.

– Alguns podem criticar o técnico do time, que sou, mas não podem criticar meus 23 ministros – disse o chefe o Executivo na cerimônia de início das obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO). A rota vai integrar Goiás a Mato Grosso.

Nas palavras do presidente, que retomou elogios ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, presente no evento, seus ministros são honestos e têm grande capacidade administrativa.

– Não foi fácil formar um ministério. As pressões políticas foram muitas. Mas formamos grande ministério – afirmou.

Quem também elogiou Tarcísio foi o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM).

– É um dos mais competentes ministros desse país que já passou na pasta da Infraestrutura – declarou.

Bolsonaro reconheceu os trabalhos da chamada “ala política” da Esplanada, citando nominalmente os ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, e da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

– Aos políticos, o cargo político. Aos ministérios terminativos, as nossas pessoas competentes e preparadas para desempenhar essa função. É um casamento também perfeito. Alguns ainda [estão] querendo a volta da velha política. Isso deixamos para trás. Todos nós ganhamos com isso – declarou.

No evento, o presidente elogiou a Vale, que será responsável pela construção da ferrovia.

– O ressurgimento desse modal era sonhado por muitos no Brasil, mas ninguém faz nada sozinho. Sempre temos que ter alguém do nosso lado, nesse caso, a iniciativa privada, a Vale. A eles, nosso reconhecimento, nossa gratidão – declarou.

O presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, que discursou pouco antes de Bolsonaro, afirmou o compromisso da empresa com a “segurança das pessoas e o meio ambiente”.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: