16 de set. de 2021

Saiba quais são os principais sinais de alerta sobre a saúde mental de crianças e adolescentes


Geralmente, eles demonstram ansiedade e tristeza com bastante intensidade;

Irritação;

Agressividade sem motivo aparente;

Apatia;

Isolamento social;

Perda de interesse por atividades que antes costumavam praticar;

Falta de interesse pelos estudos e pela escola;

Uso de frases como: ‘preferia estar morto’, ‘sou um peso na vida das pessoas’, ‘eu queria dormir para sempre’, entre outras”

Em Fortaleza, unidade de saúde oferece atendimento para casos de psicose, transtorno de humor, TDAH, autismo e ansiedade entre crianças e jovens

O mês de setembro é escolhido para potencializar um alerta à população sobre a importância da prevenção ao suicídio e valorização da vida. Neste Setembro Amarelo, o Hospital de Saúde Mental (HSM) divulga com mais intensidade os serviços gratuitos de cuidados à saúde mental, desta vez voltada exclusivamente para o público mais jovem. O Núcleo de Atenção à Infância e Adolescência (Naia), vinculado ao HSM, oferece atendimento para o tratamento de transtornos psiquiátricos que acometem crianças e adolescentes.

Atualmente, o Naia atende cerca de 400 pacientes crianças e adolescentes, da Capital e do interior do Estado. Entre os principais casos atendidos, estão: psicose, transtorno de humor, TDAH, autismo e ansiedade. A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informa que a unidade conta com uma equipe formada por psicólogos, psiquiatras, assistentes sociais, terapeuta ocupacional, pediatra e nutricionista.

A psicóloga Juliana Sampaio, que atua no HSM, conta que uma das formas de expressão de alguns transtornos psicológicos é através da autolesão por parte da criança ou do adolescente. Juliana explica que a automutilação é um acontecimento que se define como dano provocado a uma parte do corpo pelo próprio indivíduo, geralmente com a intenção de aliviar uma dor emocional e reduzir a angústia, trazendo um alívio momentâneo dos sentimentos.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: