1 de out. de 2021

Aos 76 anos, mãe de 11 filhos realiza o sonho de se graduar em pedagogia ​​pelo UNINTA EaD


Determinação para mudar as circunstâncias ao seu redor com pequenas atitudes, tendo a  iniciativa de fazer a diferença e superar os obstáculos. Estas são características que formam um herói. E, aos 76 anos de idade, a Sra. Maria Clara de Santana, ou, carinhosamente chamada de Dona Maria de Xandu, demonstrou ter heroísmo de sobra.

Depois de criar 11 filhos no semiárido do interior baiano, para muitos este seria o momento de descansar e viver a aposentadoria. Mas a resiliente Dona Maria tinha outros planos: realizar o sonho antigo de conquistar o diploma de nível superior. E, com a experiência pessoal em educar tantos filhos e netos, a escolha da graduação não poderia ser diferente: a convite de uma amiga, que a apresentou ao Ensino a Distância, escolheu Pedagogia, no Polo de Cipó (BA), do UNINTA EaD.

O início da jornada acadêmica não foi fácil e encontrou resistência de pessoas próximas, que não entendiam a decisão de Dona Maria em retomar os estudos depois de já ter realizado tanto na vida. “Muitas pessoas ao meu redor eram contra, mas isso me dava mais força para continuar estudando", afirmou. "Eu falava que iria mostrar a elas que estudo não tem idade. Não é somente para gente nova. E hoje estou aqui, como pedagoga formada”, completou. 

Foi no dia 21 de agosto de 2021, em uma emocionante cerimônia organizada pelo Polo do UNINTA EaD, na cidade de Cipó, Bahia, que o nome de Maria Clara de Santana foi chamado à frente, sob aplausos efusivos. Mesmo tendo vivido grandes experiências ao longo de mais de sete décadas de vida, nada a havia preparado para a emoção de segurar pela primeira vez o canudo da graduação, conquistado com seu esforço, com o apoio pedagógico do UNINTA e com incentivo constante de seus colegas de curso. “Foi um momento importante na minha vida, foi tudo tão bonito, fiquei muito satisfeita. Fui muito bem acolhida pela turma, jamais esperava alcançar isso, mas graças a Deus eu consegui”, afirmou vitoriosa.

A Gestora do Polo UNINTA EaD, da cidade de Cipó, Iracema das Neves, destaca a perseverança e a mensagem positiva que a idosa transmitiu ao colar grau, “Não é todo dia que vemos um exemplo tão marcante de coragem e heroísmo, ao dar o exemplo para todos nós. Que o seu exemplo encoraje milhares de pessoas, de todas as idades, a não ter medo de encarar os desafios do ingresso na Graduação e não ter medo dos desafios da vida. Jovens, saindo do Ensino Médio, adultos com todas as responsabilidades do sustento do lar, e, idosos, que ousam pensar no futuro, na realização dos seus sonhos. Fica o exemplo para todos nós”, declarou.

Agora pedagoga, Dona Maria já colhe os frutos do investimento em sua graduação. Tão logo concluiu os estudos, foi convidada a trabalhar na sua área de formação, na rede municipal de ensino. Antes aposentada, a nova profissional agora prepara-se para um desafio inédito, com toda a perseverança e força de vontade que demonstrou durante os anos no UNINTA EaD, ensinando a todos que o desejo de aprender e crescer não deve diminuir com a idade. "Quero continuar vivendo e aprendendo muito mais”, finalizou.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: