16 de out. de 2021

Bolsonaro diz que chora no banheiro: “E minha esposa acha que sou o machão dos machões”


O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou nesta quinta-feira (14/10) que tem enfrentado muitos percalços durante a gestão e que “chora no banheiro” de casa. Ele ainda brincou dizendo que a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, nunca assistiu a esses momentos e o considera “machão”.

“Quantas vezes eu choro no banheiro, em casa […] Minha esposa nunca viu. Ela acha que eu sou o machão dos machões e, em parte, eu acho que ela tem razão”, declarou durante a Conferência Global 2021, evento organizado pela igreja Comunidade das Nações.

No encontro, o presidente contou parte de sua história de vida, lembrando do episódio da facada, que ocorreu durante a campanha eleitoral em 2018. Ele ainda voltou a dizer que “foi um milagre” ter sobrevivido.

“Se acham imortais”

Bolsonaro disse que fez uma boa gestão durante a pandemia de Covid-19, mas que os governadores o atrapalharam com a “política do fica em casa”. Segundo ele, algumas autoridades “acham que são imortais”.

“Vivemos momentos onde pessoas que deveriam zelar pela Constituição a atacam. Vimos cenas lamentáveis no ano passado e neste ano. O que está sendo bom é o pessoal entender o que é o regime de exceção. O que me acusavam de fazer, eles estão fazendo”, disse.

Ele ainda falou que, como chefe do Executivo, poderia buscar o estado de sítio, mas que a medida só valeria com a aprovação do Parlamento. “Eu não entendo. Hoje. governadores podem atropelar a Constituição. Que poderes são esses?”, questionou.

Por fim, o presidente voltou a dizer que “a liberdade é mais importante que a vida”. “Temos feito a nossa parte. Creio que a mão de Deus pairou sobre nós para tomarmos a melhor decisão”, finalizou.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: