13 de nov. de 2021

Marcelo Queiroga condena passaporte da vacina no Ceará: 'Absolutamente desnecessário'

Em Fortaleza para fechar contrato de R$ 360 mil para realização de capacitações pela Associação Peter Pan nesta sexta-feira (12), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou o passaporte vacinal, que entrará em vigor no Ceará na próxima semana. "Absolutamente desnecessário", definiu.

O ministro afirmou que "85% da população de Fortaleza está vacinada" e disse que "com o tempo as pessoas vão buscar as salas de vacinação".

VEJA COMO TIRAR O PASSAPORTE DE VACINAÇÃO

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou, nesta sexta-feira, que o percentual de vacinados com primeira dose (D1) ou dose única na Capital é de 77,1%. Já o percentual dos que receberam segunda dose (D2) ou dose única é de 66%.

A exigência da comprovação de vacinação completa para a entrada em bares, restaurantes e eventos foi anunciada pelo governador Camilo Santana nesta sexta-feira. 

No evento com o ministro, também estava a secretária-executiva do Ministério da Saúde, a médica cearense Mayra Pinheiro.

CRÍTICAS CONSTANTES

Pelo menos desde agosto o ministro Queiroga critica o passaporte de vacinação, anunciado em diversos estados. Ele chegou a citar, em coletiva de imprensa, que "o passaporte não ajuda em nada" e que a exigência seria "restrição de liberdade". 

Em outubro, por meio de vídeo publicado pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), Marcelo Queiroga disse que o passaporte "mais prejudica do que ajuda".

No mesmo mês, o ministro citou que "é absolutamente contrário" a leis que obrigam tanto o uso de máscara quanto a apresentação da comprovação vacinal contra a Covid-19.

"Sou absolutamente contrário [a leis que obrigam o uso de máscara e passaporte de vacinação]. O Governo Federal defende primeiro dignidade da pessoa humana, a vida, a liberdade. Eu acho que uma lei para obrigar qualquer coisa é um absurdo, porque não funciona. Temos que fazer as pessoas aderirem às recomendações sanitárias", ponderou Queiroga durante visita ao Piauí, no dia 8 de outubro.

CONVÊNIO PARA ASSISTÊNCIA ONCOLÓGICA

Na visita realizada pela equipe do Ministério da Saúde à Associação Peter Pan, Queiroga e sua comitiva estiveram presentes no Centro Pediátrico do Câncer para conhecer o trabalho realizado em prol das crianças e adolescentes em tratamento oncológico. 

Foi ratificado convênio firmado entre o Ministério e a Associação em agosto de 2021, com foco na capacitação em detecção precoce de sinais e sintomas do câncer infantojuvenil, no formato EAD. O curso será voltado a profissionais da atenção básica, como médicos, dentistas e enfermeiros.

A iniciativa firmada com a Associação visa fortalecer a diretriz do diagnóstico precoce, por meio da capacitação de cerca de 18 mil profissionais em todo o Brasil no decorrer do ano de 2022. 

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: