14 de jan. de 2022

Unimed tem recorde de atendimentos e avalia reabrir hospital de campanha em Fortaleza


A diretoria do Hospital da Unimed Fortaleza irá realizar uma reunião nesta sexta-feira (14) para definir se reabrirá o hospital de campanha ou se haverá a suspensão de cirurgias eletivas por causa da alta procura de pacientes com suspeita de Covid-19 nas emergências da rede na capital cearense.

A informação foi comunicada pelo presidente da Unimed, o médico Elias Leite, em um vídeo divulgado nas redes sociais, na noite desta quinta-feira (13). "Amanhã temos uma reunião para definir o que vamos fazer, se vamos ter que suspender cirurgia eletiva, se vamos ter que abrir hospital de campanha", disse Elias Leite.

Conforme o presidente da Unimed, os números de pacientes internados nas unidades da rede continuam subindo. "Essa semana nós batemos todos os recordes nos atendimentos de emergência tanto no nosso hospital, quanto no nosso pronto atendimento virtual. No centro pediátrico os números também foram bem altos", disse Elias.

De terça (11) para quinta-feira (13) o número de pacientes internados por Covid na Unimed foi de 71 para 94 pacientes, 23 a mais. O número de pessoas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) era 22 e na quinta passou a ser 25. Já os pacientes em uso de respiradores caiu de 12 para 11.

Ainda segundo Elias Leite, a Unimed realizou até segunda-feira (10) mais exames RT-PCR, para diagnosticar a Covid, do quê em qualquer mês de 2021 e os resultados estão surpreendendo os médicos, devido à alta taxa de positivados para o novo coronavírus.

"Além da gente ter tido um aumento dessa quantidade, outra coisa que chama atenção, a positividade dos exames chegou a um ponto em que a gente não tinha tido até agora na pandemia. Nós estamos no momento com 52% de exames positivos para Covid", afirma Elias.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: