10 de mar. de 2022

Ceará tem chuvas em 76 municípios no intervalo de 24 horas; Centro-sul é a região mais atingida


Ao menos 75 municípios do Ceará registraram chuvas entre as 7h dessa quarta (9) e as 7h desta quinta-feira (10), mesmo dia em que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alertou para a possibilidade de intensas precipitações com alto grau de perigo.

Segundo balanço pluviométrico da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), cuja última atualização ocorreu às 9h10, os maiores volumes no intervalo de 24 horas ocorreram nas regiões do Centro-sul, Cariri e na Jaguaribana.

A maior concentração de chuvas foi registrada em Cariús, com 94 milímetros no intervalo. 

Jucás, distante 164,5 km de Fortaleza, ocupa a terceira posição da lista dos 10 municípios com mais chuvas. Foram 68 milímetros, o que provocou, inclusive, o transbordamento de um rio. O alto nível da água interrompeu o tráfego em uma via do município.

Principais acumulados de chuva no CE

Cariús - 94 mm

Iguatu (Posto Bau) - 73 mm

Jucás - 68 mm

Alto Santo - 61 mm

Jaguaribara - 55,8 mm

Alto Santo (Posto Açude Riacho da Serra) - 47 mm

Iracema (Posto Açude Figueiredo) - 45mm

Cariús (Posto São Sebastião) - 44 mm

Iracema (Posto São José do Fama) - 44 mm

Morada Nova (Posto Roldão) - 43 mm

A previsão da Funceme para o dia é de céu variando de nublado a parcialmente nublado com chuva em todas as oito macrorregiões. Há possibilidade de precipitações isoladas na Jaguaribana e no Sertão Central e Inhamuns.

'Alto grau de perigo'

Exatamente nas áreas com volumes superiores de chuva, o Inmet alertou para chuvas intensas com alto grau de perigo até as 10h desta quinta-feira (10). 

Há chance de precipitações entre 50 e 100 mm por dia, além de ventos intensos de até 100 km/h em áreas como sul, sertões, centro-sul e noroeste cearense.

Nos locais citados, o órgão adverte ainda para para os riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. 

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: