20 de mar. de 2022

Liberado! Alexandre de Moraes revoga decisão e autoriza o Telegram no país

Depois de uma forte pressão e de um ultimato de 24 horas no sábado (19), o Telegram poderá continuar no Brasil, entendeu o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, o STF, neste domingo. O Supremo entendeu que houve o cumprimento das determinações feitas pelo ministro — relacionadas, em especial, com a exclusão de perfis bolsonaristas focados na disseminação de fake news.

O prazo para que o app fizesse isso acabou precisamente às 16h44 deste domingo e o bloqueio deveria valer a partir de segunda-feira. No fim, então, a suspensão não valeu e o mensageiro não chegou a sair do ar no país.

Conforme noticiado pelo portal G1, entre outras exigências estavam o bloqueio do canal "Claudio Lessa", junto com o fornecimento dos dados cadastrais da conta ao STF e preservação da íntegra do conteúdo veiculado nesse espaço. Precisaria ainda indicar um representante oficial do Telegram Brasil e informar as medidas que o app tomaria para combater a desinformação.

Mais grave, deveriam ser excluídos de imediato links no canal oficial de Jair Bolsonaro no app, que expunham documentos de um inquérito sigiloso e não concluído da Polícia Federal. A postagem era de agosto de 2021, e foi removida às 18h30 de sábado.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: