24 de mai. de 2022

Julgamento de Zé do Valério, acusado de estuprar e matar universitária em Pedra Branca acontece nesta quarta-feira (25).


 

Julgamento de Zé do Valério, acusado de estuprar e matar universitária em Pedra Branca acontece nesta quarta-feira (25).

Julgamento vai ter início às 9h em Fortaleza. O crime aconteceu em abril de 2019, quando a estudante Danielle Oliveira foi estuprada e morta a tiros e pedradas.

O vaqueiro José Pereira da Costa, conhecido com Zé do Valério, está com julgamento previsto para esta quarta-feira (25). Ele é acusado de estuprar e matar a tiros e pedradas a universitária Danielle Oliveira, em Pedra Branca, no interior do Ceará. A sessão vai ter início às 9h no 1º Salão do Júri do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza.

Familiares e amigos vão se reunir na área externa do fórum para realizar uma manifestação pedindo justiça. O ato está marcado para acontecer a partir das 8h.

O crime aconteceu em abril de 2019. A universitária Danielle Oliveira, de 20 anos, foi encontrada em um sítio vizinho ao da sua família, na localidade de São Gonçalo, despida e com um ferimento no olho esquerdo, no dia 25 daquele mês. A jovem havia desaparecido na noite do dia 24. Zé do Valério havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), o julgamento ocorre de forma presencial e será presidido pelo juiz titular da 3ª Vara do Júri de Fortaleza. Vão ser ouvidas sete testemunhas, sendo duas de defesa e cinco de acusação.

De acordo com denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE), o vaqueiro chamou a jovem para fora do sítio, apontou uma arma de fogo em direção a ela querendo um beijo e um abraço. Após a jovem recusar, o criminoso levou Danielle para um matagal, onde cometeu o crime. O laudo cadavérico confirmou morte por traumatismo cranioencefálico com asfixia. O laudo também apontou sinais de violência sexual.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: