7 de jun. de 2022

Depois de três meses internado na Santa Casa de Sobral, prematuro recebe alta e mãe agradece a equipe multiprofissional


A Tianguaense Islania Alves deu entrada na Santa Casa de Misericórdia de Sobral (SCMS) no dia 28 de fevereiro, quando o pequeno Luidy nasceu. Como nasceu prematuro, com 25 semanas, teve que ficar internado no hospital até ganhar peso suficiente e estar pronto para a alta, que aconteceu na segunda-feira (23/05). Depois de três meses acompanhando a recuperação do filho, Islania aguardava ansiosa o dia de poder levá-lo para casa, e não deixou a instituição sem agradecer a equipe que contribuiu para a realização desse sonho." Hoje foi um dos dias mais esperados da minha vida, a tão sonhada alta do meu guerreiro que lutou bravamente para viver, e não poderia deixar de agradecer a todos da equipe da Santa Casa, todo o Serviço de Neonatologia, UTIs Neonatais I e II, Berçários e Canguru que cuidaram com um amor e um carinho sem igual do meu filho, e hoje ele está comigo e bem graças  a Deus e os grandes  profissionais que formam esses setores e que lutam bravamente para que as mamães como eu consigam levar seus filhos para casa com vida e saúde", relata Islania.

Em carta enviada aos profissionais, Islania ressalta:

"Passei quase três meses entre vocês e vi o quanto foram profissionais, mas também se tornaram meus melhores e grandes amigos que me ajudaram com palavras, abraços e acima de tudo com grandes vibrações com cada melhora do meu filho. Agradeço a todos, pois no meio de grandes aflições pude contar com cada um.  Sou eternamente grata a cada pessoa que passou pela vida do meu filho quando estive na Santa Casa, pois foram anjos de Deus na vida do meu Luidy. E digo mais, vocês fazem toda diferença na Santa Casa porque trabalham por amor à vida, e isso dinheiro nenhum pode pagar. O que vocês fazem por cada criança que se encontram nesses setores, é admirável.

Também queria agradecer a todas que fazem parte da Casa da Mamãe, que foram apoio diário, e que me deram a mão quando mais precisei. Jamais esquecerei de cada abraço dado quando eu me derramava em lágrimas de desespero, que fizeram meu coração acalmar. Sou grata a cada palavra de positividade, que foram essenciais para que eu percebesse que iria sim vencer. E hoje eu posso dizer que tudo era verdade e eu venci. Por último, termino com essa frase: “Quando se trabalha por amor, tudo é questão de tempo para alcançar o esperado".

Islania conclui: "Um dia vou contar toda história de vitória para ele, e vou falar de cada profissional que cuidou dele. Que Deus abençoe infinitamente a vida de vocês”.

De: Mamãe Islania Alves e do guerreiro Luidy.

Para: Titias e Titios que fizeram diferença na vida do Luidy.

Um beijo do Luidy para toda equipe!

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: