11 de jul. de 2022

Durante Marcha para Jesus, Bolsonaro diz que "problemas materiais são passageiros"

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou, na manhã deste sábado (9), da abertura da Marcha para Jesus, evento promovido por igrejas evangélicas em São Paulo. Na ocasião, o também pré-candidato à reeleição, falou sobre a situação econômica do país, criticou a "ideologia de gênero" e fez referências indiretas ao ex-presidente Lula (PT), seu principal adversário na corrida pelo Palácio do Planalto.

Com o País atravessando uma crise econômica, inclusive com inflação e o encarecimento dos produtos, Bolsonaro afirmou que os problemas "materiais" são "passageiros".

"Problemas todos nós temos por aqui; os materiais são passageiros, como vocês estão notando nos últimos dias. Os espirituais devemos nos preocupar sim", JAIR BOLSONARO, Presidente da República.

Ele afirmou ainda que a crise econômica começa a ser "superada" e que esse "não é um problema apenas do Brasil". "É do mundo todo. Nós, os que menos sofremos neste momento com essa questão econômica e somos os primeiros a sair dessa situação", disse.

O presidente ainda aproveitou a fala para criticar adversários que defenderam o distanciamento social durante a fase mais aguda da pandemia. "Vocês viram quem fechou igrejas, quem obrigou vocês a ficarem em casa", disse o mandatário

CORRIDA ELEITORAL

Bolsonaro também citou as eleições durante o discurso. Sem citar nomes, o presidente afirmou que ocorrerá uma "luta do bem contra o mal". Ele disse aos presentes que "sabemos quem são aqueles que querem roubar a nossa liberdade" e afirmou que reza todos os dias para que o Brasil não sofra "as dores do comunismo e do socialismo."

"Nunca eu falei em censurar ou democratizar a nossa mídia. Somos um País livre e devemos continuar assim", disse Bolsonaro, em referência aos projetos de regulamentação do setor defendidos pelo ex-presidente Lula.

Ele ainda disse que, embora o País seja laico, tem um presidente cristão que é um "defensor da família brasileira".

"Nós temos uma posição: somos contra o aborto, somos contra a ideologia de gênero, a liberação das drogas, somos defensores da família brasileira", completou.

Não esqueça de compartilhar essa notícia!

Publicação anterior
Próxima publicação

0 comentários: